OTIMIZAÇÃO DO REUSO DE ÁGUAS INDUSTRIAIS

PROJETO DE OTIMIZAÇÃO DO REUSO DE ÁGUAS INDUSTRIAIS


Negócio


Reaproveitamento e consequente redução do consumo de água e da geração de efluentes contaminados em uma indústria de fundição.

 
Projeto
Consistiu em separar as tubulações de distribuição de água potável para uso exclusivo nos lavatórios e chuveiros e construir um sistema separado de distribuição de águas industriais que tinham como fonte de abastecimento poços artesianos, águas pluviais e águas servidas.


Desenvolvimento


A rede de distribuição de água foi subdividida em duas: uma para águas potáveis e outra de águas industriais. 
 

A rede de coleta de águas pluviais passou a chamar-se rede de águas industriais. Instalou-se uma comporta automática que somente abriria e canalizaria o fluxo para a rede pública quando houver picos torrenciais de chuvas que venham causar potencial transbordamento.


Junto a essa comporta foi construído um poço de recalque com sistema de separação água-óleo para bombear toda a água que chega naquele ponto para os tanques pulmão e de decantação. Destes tanques a água era bombeada para a caixa superior retornando à rede de distribuição de água industrial. Esse sistema fechado de águas industriais é diariamente monitorado pelo laboratório de qualidade garantindo que a água esteja sempre em condições para ser descartada conforme prescrição da NBR competente. 


Para remover a sujeira que entrava no sistema, junto aos tanques pulmão foram instalados filtros de areia. A retro lavagem dos filtros era despejada nos tanques de secagem de lama onde, após decantação da lama, a água voltava ao sistema e a lama é seca pelos vapores filtrados da fundição. A lama seca foi incorporada às cinzas da fundição que atualmente são vendidas para indústrias de fabricação de micronutrientes.


As águas servidas foram conduzidas a um sistema de tratamento e, após cloração, reaproveitadas na rede de águas industriais. 


Entregáveis


Os trabalhos foram executados dentro de um planejamento muito detalhado que permitiu executar os serviços sem a paralisação da fabrica. O projeto foi concluído em um prazo de 8 meses e a vazão máxima especificada atingiu uma vazão de 150 m³/hora. 
 

Resultados 


Com a solução de engenharia implementada as despesas com consumo de água e geração de efluentes foram reduzidas gerando uma economia de R$ 88.000,00 p/mês sendo que o payback do projeto foi de 9 meses.